Igreja SUD Mundial

A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, com sede na cidade de Salt Lake, USA, tem cerca de 12 milhões de membros. Mais da metade dos membros moram fora dos Estados Unidos.

Neste Blog estou aqui para dá nóticias de todos os lugares da Igreja Sud e tornar este Blog o seu kantinho para todos os leitores.

quarta-feira, 28 de março de 2012

Noticia de Última Hora


Agência Estado | 12h53m | 28.03.2012



Exames indicam que tumor de Lula desapareceu


Após se submeter a exames, na manhã desta quarta-feira (28), no Hospital Sírio-Libanês, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva recebeu a notícia de que o tumor na laringe desapareceu. Segundo o presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto, o ex-presidente deverá se submeter agora a procedimentos médicos periódicos para acompanhar o quadro de saúde. "Ele venceu essa etapa. É como se ele tivesse ganho na loteria", disse Okamotto.
Assim que soube da notícia, Lula ligou primeiro para a ex-primeira-dama Marisa Letícia e, em seguida, para a presidente Dilma Rousseff, que está em viagem oficial à Índia. De acordo com Okamotto, Lula pretende agora dar a boa notícia a todos os amigos. Apesar da boa notícia, Lula deixou o hospital, por volta das 11h30, sem falar com a imprensa, dirigindo-se ao Instituto Lula.
O presidente Lula detectou, em outubro passado, um tumor na laringe e no dia 31 de outubro iniciou o tratamento. No boletim divulgado nesta quarta-feira, a equipe médica informou que foram realizados exames de ressonância nuclear magnética e laringoscopia, que mostraram a "ausência de tumor visível". Os exames revelaram apenas um leve processo inflamatório nas áreas submetidas à radioterapia. O que, segundo a equipe médica, já era esperado. O hospital afirma que Lula continuará fazendo fonoaudiologia e iniciará uma programação de avaliações periódicas.

Eu, estou muito feliz em saber que o ex-presidente Lula, tenha vencido este tumor. Que benção!

Fonte: diariodonordeste

terça-feira, 27 de março de 2012

Casal Mórmon, morre nos mesmo dia após 76 anos de idade juntos.


A Associated Press
Primeira Edição 25 de março de 2012 13:04 •


Idaho Falls, Idaho

 Um casal de Idaho casado 76 anos morreu 16 horas de intervalo em um centro de aposentadoria.

Com 95  anos de idade, Cleda Leavitt Blair faleceu às 12:30 , quarta-feira. Seu marido, 94 anos , Rosemond "Frell" Blair, morreu às 4:30 pm mais tarde naquele dia.

Frell e Cleda Blair como um jovem casal.
    Registre-se relatos de que o casal morreram na comunidade de aposentados Fairwinds Sand-Creek em Idaho Falls, no sudeste de Idaho, onde vivia há sete meses.


"Eles estavam juntos constantemente", disse o filho do casal, 68 anos de idade , Boyd Blair. "Eles eram inseparáveis ​​na vida e acho que também inseparáveis ​​em um lugar melhor. As coisas mais importantes eu me lembro de os meus pais não eram as coisas que eles nos ensinaram, mas o exemplo que estabeleceu para nós. Nós apenas observava e admirava."  Como os estudantes do ensino médio 
em Lewiston Utah, que se apaixonaram-se e  casaram. 


O casal cresceu em Lewiston, Utah, casou-se logo após o colegial e mais tarde mudou-se para Nissa, Oregon, para levantar uma família. Seu romance sobreviveu a uma Guerra Mundial, e gerou 2 filhos, 12 netos e 32 bisnetos. Depois de se aposentar eles passaram os invernos em sua casa no Arizona. Eles se mudaram para Idaho Falls há três anos para estar com a família.


Frell Blair era um mecânico e serviu como um bispo da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Cleda Blair participou da igreja organizações de mulheres.
Cleda e Frell Blair
"Eles estavam sempre flertando um com o outro e foram tão bonito", disse Boyd esposa de Blair, Marilyn. "Eles eram o exemplo perfeito de família e que o amor eterno é. Eles são a epítome do que você acha que um casal deve ser".


O casal perto do fim da sua vida, e Blair Cleda battled cancro da mama, durante anos, bem como os efeitos secundários dos tratamentos.


"(Frell Blair) foi tão suave e doce para ela, porque nunca sabíamos quanto tempo ela iria viver", Boyd disse Blair.


Mas Frell Blair também ficou doente com o avançar da idade, e Cleda Blair tomou conta dele, apesar das preocupações entre os funcionários do centro de aposentadoria que ela estava fazendo demais.


Mas foi Cleda que morreu primeiro, e Boyd Blair disse que seu pai pegou a mão de sua esposa e chorou incontrolavelmente quando ele percebeu que ela estava perto da morte.  Horas mais tarde, ele seguiu em seu caminho.
 Eles simplesmente não podiam ficar separados!



"Eles são definitivamente um do outro,  melhor amigo e parceiro", disse o gerente geral da comunidade da aposentadoria, Kelly Martin. "E um só não poderia estar na vida sem o outro."
Isso é amor " real ".

sábado, 24 de março de 2012

Famílias Eternas






PRESIDENTE THOMAS S. MONSON Primeiro Conselheiro na Primeira Presidência Edificar um Lar Eterno É com muita humildade que represento a Primeira Presidência como o último orador desta reunião. Fomos inspirados e edificados pelas palavras do Élder Bednar, do Élder Perry e da irmã Parkin. Nossos pensamentos se centralizaram no lar e na família ao sermos relembrados que “o lar é a base de uma vida digna, e nenhuma outra coisa pode substituí-lo nem cumprir suas funções essenciais”.1 Um lar é muito mais do que uma casa construída com madeira, tijolos ou pedras.
Um lar é feito de amor, sacrifício e respeito.
Somos responsáveis pelo lar que construímos.
Precisamos edificar com sabedoria, porque a eternidade não é uma viagem curta.
Haverá calmarias e ventos, sol e trevas, alegria e tristezas.
Mas se realmente tentarmos, nosso lar pode ser um pedaço do céu aqui na Terra.
As coisas que pensamos, as ações que praticamos, a vida que levamos, não apenas influenciam o sucesso de nossa jornada terrena, como também assinalam o caminho para nossas metas eternas. Algumas famílias da Igreja são compostas de mãe, pai e filhos, todos em casa, ao passo que outras testemunharam a triste partida de um, depois outro e mais outro de seus membros.
Às vezes, uma única pessoa compõe uma família. Seja qual for sua composição, a família tem continuidade — porque as famílias podem ser eternas. Podemos aprender com o Arquiteto Mestre — sim, o Senhor. Ele nos ensinou como precisamos edificar. Ele declarou: “[Toda] casa dividida contra si mesma não subsistirá” (Mateus 12:25). Mais tarde, admoestou: “Eis que minha casa é uma casa de ordem (. . .) e não uma casa de confusão” (D&C 132:8). Em uma revelação dada por intermédio do Profeta Joseph Smith em Kirtland, Ohio, em 27 de dezembro de 1832, o Mestre aconselhou: “Organizai-vos; preparai todas as coisas necessárias e estabelecei uma casa, sim, uma casa de oração, uma casa de jejum, uma casa de fé, uma casa de aprendizado, uma casa de glória, uma casa de ordem, uma casa de Deus” (D&C 88:119; ver também 109:8). Onde poderíamos encontrar uma planta mais adequada com a qual Ele pudesse edificar sábia e devidamente?
Essa casa respeitaria o código de construção descrito em Mateus, sim, uma casa construída “sobre a rocha” (Mateus 7:24, 25; ver também Lucas 6:48; 3 Néfi 14:24, 25), uma casa capaz de suportar as chuvas da adversidade, as enchentes da oposição e os ventos da dúvida, que estão sempre presentes em nosso mundo desafiador e em constante mudança. Alguns poderiam perguntar: “Mas essa revelação foi dada para orientar a construção de um templo. Será que ela é relevante hoje em dia?” Eu responderia: “Acaso não declarou o Apóstolo Paulo: ‘Não sabeis vós que sois o templo de Deus e que o Espírito de Deus habita em vós?’” (I Coríntios 3:16). Deixem que o Senhor seja o empreiteiro geral de nosso projeto de construção. Depois, todos podemos ser mestres-de-obras, responsáveis por partes vitais do projeto inteiro. Todos então seremos construtores.
Além de edificar o nosso próprio lar, também temos a responsabilidade de ajudar a edificar o reino de Deus aqui na Terra, servindo fiel e eficazmente em nossos chamados na Igreja. 
Gostaria de prover-lhes diretrizes divinas, lições de vida e pontos a ponderar ao começarmos a construir.
Ajoelhem-se para Orar "Confia no Senhor de todo o teu coração, e não te estribes no teu próprio entendimento. Reconhece-o em todos os teus caminhos, e ele endireitará as tuas veredas” (Provérbios 3:5–6). Assim falou o sábio Salomão, filho de Davi, rei de Israel. Neste continente americano, Jacó, o irmão de Néfi, declarou: “Confiai em Deus com a mente firme e orai a ele com grande fé” (Jacó 3:1). sse conselho divinamente inspirado chega até nós hoje tão claro quanto água cristalina a uma Terra ressecada. Vivemos numa época complicada. Há bem poucas gerações atrás, ninguém poderia imaginar o mundo em que vivemos hoje e os problemas que nele existem.
Estamos cercados pela imoralidade, pornografia, violência, drogas e uma infinidade de outros males que afligem a sociedade moderna.
Temos o desafio, sim, a responsabilidade de não apenas manter-nos “[imaculados]” (Tiago 1:27), mas também de guiar nossos filhos e outras pessoas sob nossa responsabilidade com segurança através dos mares tempestuosos do pecado que nos cercam, para que possamos voltar a viver um dia com nosso Pai Celestial. A educação de nossa própria família exige nossa presença, nosso tempo e o máximo de nosso empenho. Para sermos eficazes em nosso ensino, precisamos ser vigorosos em nosso exemplo para os membros de nossa família estar disponíveis para passar algum tempo com cada um deles e também para aconselhar e orientar. Freqüentemente nos sentimos sobrecarregados com a tarefa que temos diante de nós. Contudo, sempre contamos com ajuda. Ele que conhece cada um de Seus filhos responderá nossa oração fervorosa e sincera, se buscarmos ajuda para guiá-los. Essa oração resolverá mais problemas, aliviará mais sofrimentos, evitará mais transgressões e proporcionará mais paz e alegria à alma humana do que qualquer outra coisa. Além de precisarmos dessa orientação para nossa própria família, fomos chamados a cargos em que temos responsabilidade por outros: como bispo ou conselheiro, como líder de um quórum do sacerdócio ou de uma organização auxiliar.
Líder, você tem a oportunidade de exercer uma grande influência na vida de outras pessoas. Pode haver aqueles que têm familiares menos ativos ou não-membros; alguns podem ter-se afastado dos pais, não dando atenção a suas súplicas e conselhos.
Podemos muito bem ser o instrumento nas mãos do Senhor para fazer algo importante na vida de alguém em tal situação.
Sem a orientação de nosso Pai Celestial, porém, não podemos fazer tudo a que fomos chamados a fazer. Essa ajuda vem por meio da oração. Foi perguntado a um famoso juiz americano o que nós, como cidadãos dos países do mundo, poderíamos fazer para reduzir o crime e a desobediência à lei e trazer paz e alegria à nossa vida e ao nosso país. Ele respondeu, pensativo: “Eu sugeriria uma volta ao antigo costume de orar em família”. Como povo, quão gratos somos pelo fato de a oração familiar não ser um costume antiquado entre nós. Há um significado real neste conhecido ditado: “A família que ora unida, permanece unida”. O próprio Senhor ordenou que tivéssemos oração familiar, ao dizer: “Orai ao Pai no seio de vossa família, sempre em meu nome, a fim de que vossas mulheres e vossos filhos sejam abençoados” (3 Néfi 18:21). Como pais, professores e líderes em qualquer cargo, não podemos nos dar ao luxo de tentar realizar essa jornada potencialmente perigosa pela mortalidade, sem o auxílio celeste para ajudar-nos na orientação daqueles que estão sob nossa responsabilidade. Ao oferecermos a Deus nossas orações familiares e pessoais, façamos isso com fé e confiança Nele.
Ajoelhem-se para orar. Aceitem a Tarefa de Servir Tomemos, como exemplo, a vida do Senhor. Tal como um brilhante facho de luz de virtude foi a vida de Jesus, ao ministrar entre os homens. Ele deu força aos membros do inválido, visão aos olhos dos cegos, audição aos ouvidos dos surdos e vida ao corpo dos mortos. Suas parábolas pregavam Seu poder.
Com a parábola do bom samaritano Ele ensinou: “Ama teu semelhante” (ver Lucas 10:30–35). Por meio de Sua bondade para com a mulher apanhada em adultério, Ele ensinou a compreensão compassiva (ver João 8:3–11).
Em Sua parábola dos talentos, Ele nos ensinou a progredir e a esforçar-nos para alcançar a perfeição (ver Mateus 25:14–30).
Ele bem poderia estar nos preparando para nosso papel na edificação de uma família eterna. Cada um de nós — seja um líder do sacerdócio ou de uma organização auxiliar — é responsável por seu chamado sagrado.
Fomos designados para o trabalho ao qual fomos chamados.
Em Doutrina e Convênios 107:99 o Senhor disse: “Portanto agora todo homem aprenda seu dever e a agir no ofício para o qual for designado com toda diligência”.
Ao ajudarmos a abençoar e fortalecer os que estão sob nossa responsabilidade em nossos chamados na Igreja, estamos de fato, abençoando e fortalecendo sua família. Assim, o serviço que realizamos em nossa família e em nossos chamados na Igreja pode ter conseqüências eternas. Há muitos anos, como bispo em uma ala grande e heterogênea, de mais de mil membros, localizada no centro de Salt Lake City, enfrentei inúmeros desafios.
Certa tarde de domingo, recebi o telefonema do proprietário de uma drogaria que ficava dentro dos limites de nossa ala.
Ele disse que naquela manhã, um rapaz tinha ido até sua loja e comprado um sorvete. Ele pagara a compra com dinheiro que havia tirado de um envelope e depois, quando saiu, esqueceu de levar o envelope. Quando o proprietário teve a chance de examiná-lo, descobriu que era um envelope de oferta de jejum com o nome e o telefone de nossa ala impresso nele. Ao descrever-me o menino que estivera em sua loja, imediatamente identifiquei quem era: um jovem diácono de nossa ala que fazia parte de uma família menos ativa. Minha primeira reação foi ficar chocado e desapontado ao pensar que um de nossos diáconos havia coletado dinheiro de oferta de jejum para ajudar os necessitados e tinha ido a uma loja no domingo para comprar guloseimas com /’esse dinheiro. Decidi visitar aquele menino naquela tarde para ensiná-lo a respeito dos fundos sagrados da Igreja e ‘/de seu dever como diácono de coletar e proteger esse dinheiro. Ao dirigir-me para sua casa, fiz uma oração silenciosa pedindo orientação sobre como abordar a situação. Cheguei e bati na porta. A mãe do menino abriu a porta e me convidou para entrar na sala de estar. Embora a sala estivesse mal iluminada, pude ver que era pequena e pobre. Os poucos móveis que ali havia estavam bem estragados. A própria mãe parecia muito cansada. Minha indignação pelos atos do filho naquela manhã desapareceu de meus pensamentos ao me dar conta que ali estava uma família realmente necessitada. Senti-me inspirado a perguntar à mãe se havia comida na casa. Com lágrimas nos olhos, ela admitiu que não havia nada. Disse-me que o marido estava desempregado havia algum tempo e que eles estavam precisando desesperadamente não apenas de comida, mas também de dinheiro para pagar o aluguel para que não fossem despejados daquela casa tão pequena. Não mencionei o assunto das doações de oferta de jejum, pois me dei conta de que o menino provavelmente estava desesperadamente faminto quando parou na farmácia. Em vez disso, cuidei imediatamente para que a família fosse ajudada, para que tivessem alimento para comer e um teto sobre a cabeça. Além disso, com a ajuda dos líderes do sacerdócio da ala, conseguimos arranjar emprego para o marido para que ele pudesse prover o sustento da família no futuro. Como líderes do sacerdócio e das auxiliares, temos o direito de receber a ajuda do Senhor ao magnificarmos nossos chamados e cumprirmos nossas responsabilidades. Busquem a ajuda Dele e, quando a inspiração chegar, sigam essa inspiração para saberem aonde ir, quem visitar, o que dizer e como dizê-lo.
Podemos ter uma idéia e pensar nela constantemente, mas somente quando a colocamos em prática, é que abençoamos vidas humanas. Sejamos verdadeiros pastores dos que estão sob nossa responsabilidade. John Milton escreveu este poema, “Lycidas”: “As ovelhas famintas erguem os olhos e não são alimentadas” (linha 125). O próprio Senhor disse ao profeta Ezequiel: “Ai dos pastores de Israel que (...) não [apascentam] as ovelhas” (Ezequiel 34:2–3). Temos a responsabilidade de cuidar do rebanho, das preciosas ovelhas, dos ternos carneiros que estão em toda parte — em casa em nossa própria família, nas casas de nossos parentes e esperando por nós em nossos chamados na Igreja.
Jesus é nosso exemplo maior. Ele disse: “Eu sou o bom Pastor, e conheço as minhas ovelhas” (João 10:14). Temos a responsabilidade de ser pastores. Que cada um de nós aceite a tarefa de servir.
Estendam a Mão para Resgatar Em nossa jornada pela trilha da vida, haverá vítimas. Algumas saem da estrada que conduz à vida eterna, para descobrir que o atalho escolhido conduz a uma rua sem saída. A indiferença, a negligência, o egoísmo e o pecado, todos trazem sérias conseqüências em termos de vidas humanas. Há aqueles que, por motivo inexplicado, seguem por um caminho diverso, para mais tarde descobrirem que seguiram o caminho da dor e do sofrimento. Em 1995, a Primeira Presidência, pensando naqueles que se perderam do rebanho de Cristo, publicou uma declaração especial chamada
“Um Convite para Voltar”. A mensagem continha este apelo: “Para você que por qualquer motivo estiver fora do convívio da Igreja, dizemos: Volte. Convidamos você a retornar e partilhar da felicidade que conheceu. Você encontrará muitos com os braços abertos para recebê-lo, ajudá-lo e dar-lhe consolo. A Igreja precisa de sua força, amor, lealdade e devoção. Há um curso traçado e seguro pelo qual uma pessoa pode voltar a ter as bênçãos plenas de ser membro da Igreja, e estamos prontos para receber todos os que desejarem fazê-lo.” Talvez uma cena freqüentemente repetida vá ajudá-los a compreender melhor suas oportunidades pessoais de estender a mão para resgatar.


Vejamos uma família que tem um filho chamado Jack. Durante toda a juventude de Jack, ele e seu pai brigaram muito. Certo dia, quando estava com 17 anos de idade, eles tiveram uma briga particularmente feia. Jack disse ao pai: “Essa foi a gota d’água. Vou sair de casa para nunca mais voltar!” Ele foi até o seu quarto e fez uma mala. A mãe implorou que ele ficasse, mas ele estava zangado demais para ouvir. Deixou-a chorando junto à porta. Saindo para o quintal, ele estava para atravessar o portão, quando ouviu o pai chamá-lo: “Jack, sei que grande parte da culpa por você sair de casa é minha. Eu realmente sinto muito por isso. Quero que saiba que quando quiser voltar, você será sempre bem-vindo. E eu tentarei ser um pai melhor para você. Quero que saiba que eu amo você e sempre o amarei”. Jack não disse nada, mas foi para a estação rodoviária e comprou uma passagem para um lugar distante. Enquanto estava sentado no ônibus vendo os quilômetros passarem, seus pensamentos se voltaram para as palavras do pai. Ele começou a se dar conta de quanta coragem e quanto amor foram exigidos do pai para que ele dissesse aquilo. O pai tinha pedido perdão. Tinha-o convidado a voltar, e suas últimas palavras ficaram soando no ar quente de verão: “Eu amo você”. Jack sabia que o próximo passo deveria ser seu. Deu-se conta de que a única maneira de ter paz consigo mesmo era mostrar ao pai o mesmo tipo de maturidade, bondade e amor que o pai mostrara para com ele. Jack desceu do ônibus. Comprou uma passagem de volta e começou a viagem de volta para casa. Chegou pouco depois da meia-noite, entrou na casa e acendeu a luz. Ali na cadeira de balanço estava seu pai, com a cabeça baixa. Quando ergueu o rosto e viu Jack, ele ergueu-se da cadeira. Os dois correram um para os braços do outro. Jack disse mais tarde: “Aqueles últimos anos que fiquei em casa estiveram entre os mais felizes da minha vida”. Ali estava um pai que, suprimindo a paixão e dominando o orgulho, estendeu a mão para resgatar seu filho, antes que ele se tornasse parte daquele imenso “batalhão perdido”, que resulta de famílias separadas e lares desfeitos. O amor é o grande remédio, o bálsamo que cura; o amor tão freqüentemente sentido, tão raramente expresso. Do monte Sinai ressoa em nossos ouvidos: “Honra teu pai e tua mãe” (Êxodo 20:12). E mais tarde, daquele mesmo Deus, veio o mandamento: “Juntos vivereis em amor” (D&C 42:45). Sigam a Planta do Senhor Ajoelhem-se para orar. Aceitem a tarefa de servir. Estendam a mão para resgatar. 


Cada uma dessas coisas é uma página essencial na planta de Deus para fazer da casa um lar, e do lar, um pedaço do céu. O equilíbrio é a chave para nós em nossas sagradas e solenes responsabilidades em nosso próprio lar e em nossos chamados na Igreja.
Precisamos usar de sabedoria, inspiração e bom senso ao cuidarmos de nossa família e cumprirmos nossos chamados na Igreja, pois cada uma dessas coisas é de fundamental importância. Não podemos negligenciar nossa família; não podemos negligenciar nossos chamados na Igreja. Edifiquemos com aptidão, não tomemos atalhos e sigamos Sua planta. Então, o Senhor, nosso inspetor de construção, poderá dizer-nos, como disse quando apareceu a Salomão, um construtor de outra época: “Santifiquei a casa que edificaste, a fim de pôr ali o meu nome para sempre; e os meus olhos e o meu coração estarão ali todos os dias” (I Reis 9:3).
Teremos então um lar celestial e uma família eterna e seremos capazes de ajudar, fortalecer e abençoar outras famílias também. Oro com muita humildade e sinceridade para que essa bênção seja concedida a cada um de nós. Em nome de Jesus Cristo. Amém.


Nota 1. Carta da Primeira Presidência, de 11 de fevereiro de 1999; ver A Liahona, dezembro de 1999, p.1.

sexta-feira, 23 de março de 2012

Morre Chico Anysio




Chico Anysio , morre aos 80 anos

Chico Anysio morreu nesta sexta-feira, 23, aos 80 anos, depois de sofrer uma parada cardíaca. Os médicos tentaram reanimá-lo, sem sucesso. Ele estava internado no Hospital Samaritano, na Zona Sul do Rio, havia três meses e apresentava um quadro de infecção pulmonar. Na quarta-feira, 21, o humorista sofreu uma piora e voltou a respirar com a ajuda de aparelhos. Na quinta-feira, 22, à tarde, ele foi submetido a um processo de drenagem torácica, para remoção de um hematoma pleural.

Chico já apresentava diversos problemas de saúde. Em agosto de 2010, depois de retirar parte do intestino grosso, ele foi diagnosticado com pneumonia, mesmo motivo que o levou ao hospital no ano anterior. Posteriormente, o comediante foi submetido a uma angioplastia, procedimento realizado para desobstruir artérias. Durante o pós-operatório, ele teve problemas cardiorrespiratórios, que resultaram em uma internação de três meses.

Nos meses de novembro e dezembro de 2011, Chico Anysio foi hospitalizado outras duas vezes. As causas foram fortes dores na coluna e uma infecção urinária. A segunda internação ocorreu menos de um mês depois da alta anterior.

Francisco Anysio de Oliveira Paula Filho nasceu em Maranguape no dia 12 de abril de 1931 e mudou-se para o Rio de Janeiro com sua família com 8 anos de idade. O humorista começou sua carreira no rádio, mas foi na televisão que se consagrou e se tornou um dos maiores nomes do humor brasileiro. Chico Anysio deu vida a 209 personagens, que se tonaram imortais na memória do telespectador. O comediante era casado com a empresária Malga Di Paula e deixou 9 filhos e 11 netos.



Chico Anysio como o Professor Raimundo, seu personagem mas famoso.


Fica aqui a minha homenagem à este humorista, cearense  e que ele esteja em paz.. Chico agora está a descansar!

terça-feira, 20 de março de 2012

Os Milagres continuam no Amapá


Os Milagres continuam no Amapá - 21 Batismos em Um Dia
                A Futura Estaca Macapá, recentemente anunciada, teve mais uma vez as benções do Senhor derramadas nessa região. Nesse último sábado 10 de março, vinte e uma pessoas compondo famílias e adultos solteiros entraram nas águas do batismo, sendo o maior número de pessoas recebendo a ordenança do batismo juntos nos últimos tempos nos estados do Pará e Amapá.










21 pessoas send batizadas no Amapá


            Por ocasião do batismo, faz-se o convênio com o Pai Celestial de que está disposto a entrar em Seu reino e a guardar Seus mandamentos a partir daquele momento. Ao ser batizado e confirmado membro de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias e recebe o dom do Espírito Santo, tornam-se "concidadão" com o Salvador no reino de Deus (ver Efésios 2:19) e deve "[andar] em novidade de vida". (Romanos 6:4)
            Líderes, membros e missionários uniram forças para o acontecimento deste milagre e tiveram o grande privilégio de ver famílias sendo batizadas. O trabalho do Programa Mãos que Ajudam também tem ajudado a obra missionária, levando pessoas a conhecer a Igreja e o Evangelho de Cristo.
            Alguns membros expressaram sua gratidão e amor ao salvador declarando que o crescimento da Igreja tem abençoado a vida dos habitantes da região Norte do Brasil.
            O irmão Marcelo Soares (futuro missionário de tempo integral) expressou sua gratidão dizendo: “Estou muito feliz por ter a oportunidade de batizar uma filha de Deus e ajudar o crescimento na obra de Dele em minha região.”
            A irmã Lecilia Lucia Cardoso Aguiar (recém conversa batizada no ultimo sábado) disse: “Hoje compreendo melhor o que meu Salvador fez por mim, agora posso ser luz de toda minha família e ajudá-los a trazer almas ao Salvador e sua Igreja.”
            Missionários: “Estamos muito felizes por trabalhar na obra de Deus neste tempo, especialmente na recém-anunciada Estaca Macapá, realmente esses 21 filhos de Deus foram preparados e receberam o batismo, isso foi uma alegria, assim como Amon quando encontrou Alma como descrito nas escrituras.”
            Irmão Klebson Gama da Silva- (foi batizado junto com sua esposa e filhos) declarou: “O batismo é início de uma nova vida e a preparação para ir à casa do Senhor.”
         Por Michelle Sá, Diretora Assistente de mídia em Assuntos Públicos do Distrito Macapá e contribuições de Elder Cavalheiro, missionário de tempo integral na Missão Brasil Belém.

segunda-feira, 19 de março de 2012

Templo de Manaus - Data da Dedicação.

Templo de Manaus


A Primeira Presidência de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias (Mórmon) anunciou as datas da Casa Aberta e Dedicação do Templo de Manaus Brasil, o 138º templo da Igreja.


O público está convidado a visitar o templo durante a casa aberta a partir do dia 18/Maio (sexta) até o dia 02/Junho/2012 (sábado), excluindo os domingos. Ingressos gratuitos serão distribuídos para a casa aberta; mais detalhes serão informados nas próximas semanas. O templo será formalmente dedicado no domingo, 10 de junho de 2012, em 3 sessões. As sessões dedicatórias serão transmitidas para todas as congregações da Igreja no Brasil.


A Celebração Cultural será realizada no dia 9 de junho, sábado, e também será transmitida para diversas capelas da Igreja no Brasil.


Fonte: saladeimprensamormon

quarta-feira, 14 de março de 2012

Aniversário da Sociedade de Socorro é homenageada em sessão solene na Assembleia Legislativa




A Sociedade de Socorro da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos dias, que completou 170 anos de fundação, foi homenageada nesta quarta-feira (14/03), em sessão solene no Plenário 13 de Maio da Assembleia Legislativa. O deputado Fernando Hugo (PSDB), que solicitou a homenagem, destacou a importância da organização no desenvolvimento de trabalhos comunitários.
“A sociedade tem a missão de plantar o bem diariamente e instituir a caridade, fazendo com que o amor entre as pessoas floresça mais. É gratificante conviver com pessoas que se dedicam a servir sem olhar a quem, engrandece qualquer ser humano”, afirmou o parlamentar.

Foram homenageados com placas comemorativas os representantes da Sociedade de Socorro da Estaca Fortaleza, Henrique Sérgio Alves Simplício e Ana Rosa Bezerra. Henrique Sérgio ressaltou o trabalho das mulheres que fazem parte da sociedade e como a caridade pode transformar a vida das pessoas. “O Lema desta organização é  "A caridade nunca falha". Essas mulheres incentivam a educação e a cultura na comunidade em que estiverem. Visitam orfanatos, asilos, cuidam da higiene e da saúde de crianças e idosos. Aprendem e ensinam a arte de ser mãe. São exemplos para todos nós”, frisou.

Estiveram presentes na solenidade o representante dos Setenta da Área, Eldir David Fernandes; o gerente do Centro de Recursos de Emprego da Igreja Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, Fernando da Silva e Souza; o presidente da Missão Brasil Fortaleza, Francisco Souza; e o auditor assistente de área, José Auri Rodrigues Nogueira.






A  Presidência da Sociedade de Socorro da Estaca Fortaleza Brasi




Presidentes da Sociedade Socorro



A Sociedade de Socorro é uma organização filantrópica e educacional das mulheres de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Emma Hale Smith foi sua primeira presidente.



Emma Hale Smith: 1842–1844
Eliza R. Snow: 1868–1887
Zina D. H. Young: 1888–1901
Bathsheba W. Smith: 1901–1910
Emmeline B. Wells: 1910–1921
Clarissa S. Williams: 1921–1928
Louise Y. Robison: 1928–1939
Amy B. Lyman: 1940–1945
Belle S. Spafford: 1945–1974
Barbara B. Smith: 1974–1984
Barbara W. Winder: 1984–1990
Elaine L. Jack: 1990–1997
Mary Ellen W. Smoot: 1997–2002
Bonnie D. Parkin: 2002–2007
Julie B. Beck: 2007–Presente



quinta-feira, 8 de março de 2012

Homenagem ao Dia internacional da Mulher - 08 de março


Dia Internacional da Mulher é comemorado no dia 08 de março. É uma data comemorativa para a celebração dos feitos econômicos, políticos e sociais que foram alcançados pela mulher.
A proposta do dia internacional da mulher foi iniciada na virada do século XX, durante o processo de industrialização e expansão econômica, que levou a grandes protestos sobre as condições de trabalho. As mulheres empregadas em fábricasde vestuário têxtil foram protagonistas de um desses protestos em 08 de março de 1857 em Nova Iorque. O protesto requeria melhores condições de trabalho e salários mais altos.
Porém o que levou mesmo a essa data ser comemorada mundialmente foi a tese do incêndioprovocado na fábrica da Triangle Shirtwaist, que também ocorreu em Nova Iorque, em 25 de março de 1911. Onde foi registrada cerca de 146 mortes. Segundo relatos, cerca de 129 trabalhadoras foram trancadas e queimadas vivas. O incêndio da fábrica Triangle, é até hoje, o pior incêndio da história de Nova Iorque.
Depois desse episódio, muitos outros protestos foram feitos, e um que se destacou foi o de 1908, onde 15.000 mulheres marcharam sobre a cidade de Nova Iorque exigindo a redução da carga horária, melhores salários e o direito de voto. Sendo assim, o primeiro Dia Internacional da Mulher seguiu-se em 28 de fevereiro de 1909 nos Estados Unidos após uma declaração do Partido Socialista da América. Em 1910 ocorreu a primeira conferência internacional sobre a mulher em Copenhague, dirigida pela Internacional Socialista, e assim, o Dia Internacional da Mulher foi estabelecido.
No decorrer nos anos muitas mulheres se destacaram na história, por razões distintas.

O Presidente Hinckley declarou eloqüentemente o que o Senhor inspirou Seus servos repetidas vezes a dizer a respeito de Suas preciosas filhas":

"A mulher é a suprema criação de Deus. Somente após a criação da Terra, após a separação do dia e da noite, após a divisão das águas e da porção seca, após a criação da vida vegetal e animal e após o homem ser posto sobre a Terra a mulher foi criada; e só então o trabalho foi dado por completo e bom.

De todas as criações do Todo-Poderoso, nenhuma é mais bonita nem mais inspiradora do que uma graciosa filha de Deus que anda em virtude, com entendimento dos motivos para tanto, que honra e respeita seu corpo como algo divino e sagrado, que cultiva sua mente e constantemente amplia os horizontes de seu entendimento, que nutre seu espírito com a verdade eterna.”

Feliz Dia Internacional da Mulher!

08.03.2012

Dia Internacional da Mulher - 08 de março.





Dia Internacional da Mulher é comemorado no dia 08 de março. É uma data comemorativa para a celebração dos feitos econômicos, políticos e sociais que foram alcançados pela mulher.
A proposta do dia internacional da mulher foi iniciada na virada do século XX, durante o processo de industrialização e expansão econômica, que levou a grandes protestos sobre as condições de trabalho. As mulheres empregadas em fábricasde vestuário têxtil foram protagonistas de um desses protestos em 08 de março de 1857 em Nova Iorque. O protesto requeria melhores condições de trabalho e salários mais altos.
Porém o que levou mesmo a essa data ser comemorada mundialmente foi a tese do incêndioprovocado na fábrica da Triangle Shirtwaist, que também ocorreu em Nova Iorque, em 25 de março de 1911. Onde foi registrada cerca de 146 mortes. Segundo relatos, cerca de 129 trabalhadoras foram trancadas e queimadas vivas. O incêndio da fábrica Triangle, é até hoje, o pior incêndio da história de Nova Iorque.
Depois desse episódio, muitos outros protestos foram feitos, e um que se destacou foi o de 1908, onde 15.000 mulheres marcharam sobre a cidade de Nova Iorque exigindo a redução da carga horária, melhores salários e o direito de voto. Sendo assim, o primeiro Dia Internacional da Mulher seguiu-se em 28 de fevereiro de 1909 nos Estados Unidos após uma declaração do Partido Socialista da América. Em 1910 ocorreu a primeira conferência internacional sobre a mulher em Copenhague, dirigida pela Internacional Socialista, e assim, o Dia Internacional da Mulher foi estabelecido.
No decorrer nos anos muitas mulheres se destacaram na história, por razões distintas, cada uma delas tem hoje seu nome lembrado. Veja abaixo uma galeria com as fotos de algumas delas.







































Presidente Hinckley declarou eloqüentemente o que o Senhor inspirou Seus servos repetidas vezes a dizer a respeito de Suas preciosas filhas:


A mulher é a suprema criação de Deus. Somente após a criação da Terra, após a separação do dia e da noite, após a divisão das águas e da porção seca, após a criação da vida vegetal e animal e após o homem ser posto sobre a Terra a mulher foi criada; e só então o trabalho foi dado por completo e bom.


De todas as criações do Todo-Poderoso, nenhuma é mais bonita nem mais inspiradora do que uma graciosa filha de Deus que anda em virtude, com entendimento dos motivos para tanto, que honra e respeita seu corpo como algo divino e sagrado, que cultiva sua mente e constantemente amplia os horizontes de seu entendimento, que nutre seu espírito com a verdade eterna.”


Feliz Dia Internacional da Mulher!

08.03.2012

segunda-feira, 5 de março de 2012

EFY - Especialmente para a Juventude - Erguei-vos e Brilhai



Olá amigos! É com uma alegria imensa  que estou  a postar aqui no Blog, a falar do EFY. Este programa aconteceu aqui em fortaleza, durante o carnaval. Começou no dia 18 a 22 de fevereiro, cinco dias no Condomínio Espiritual do Uirapuru, para jovens Suds.
Estou a apresentar para vocês o que é o Efy,  o seu objetivo e também o Diretor e Diretora do programa, Kaulle Bezerra e sua esposa Ana Rosa, vão falar sobre o mesmo e também tem aqui  alguns testemunhos de jovens da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.  

Especially For Youth ("Especialmente para a Juventude", em inglês) muitas vezes abreviado como EFY, é um programa educacional de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias,  voltado para jovens da denominação entre os 14 e os 18 anos. É um programa de Conferência Multiestacas Especial para Jovens é o de proporcionar um ambiente  de revelação no qual rapazes, moças e jovens adultos solteiros sejam fortalecidos em seu empenho de achegar-se a Cristo. 
 O programa da conferência proporcionará à juventude a oportunidade de aprender e crescer em conjunto através da participação em cursos, oficinas e reuniões espirituais. As atividades incluem: noite familiar, dança, show de talentos, um projeto de serviço, boa comida e uma reunião de testemunho. 
    A juventude sairá desta conferência com novos amigos, testemunhos e memórias duradouras.



Diretor Kaulle Bezerra e a Diretora Ana Rosa, sua esposa.

Kaulle Bezerra
Algumas razões porque o EFY Fortaleza foi um sucesso.
Preparação - Eu, o Senhor, estou obrigado quando fazeis o que eu digo; mas quando não o fazeis, não tendes promessa alguma.(D&C 82:10). Muitas reuniões foram realizadas.
Oração – Os consultores e toda liderança oraram de 05:30h às 06:00h alguns dias antes do início, fora as orações diárias individuais -E Deus ouviu nossos clamores e respondeu a nossas orações;( Mosias 9:18). Todos estavam orando continuamente.
Dedicação - Pois assim diz o Senhor: Eu, o Senhor, sou misericordioso e benigno para com aqueles que me temem e deleito-me em honrar aqueles que me servem em retidão e em verdade até o fim.(D&C 76:5).Era visível aos olhos de qualquer pessoa a dedicação dos líderes nas estacas e alas para que seus jovens participassem.Os consultores pagaram o preço e muitos voluntários deram o seu melhor. 
Unidade - E, como está escrito: Tudo o que pedirdes com fé, estando unidos em oração, de acordo com minhas ordens, recebereis.(D&C 29:6).Não foi dado em momento algum lugar para discórdia.
Amor –(...) deu o Senhor Deus um mandamento de que todos os homens tenham caridade; e a caridade é amor. E se não têm caridade, nada são. Portanto, se tivessem caridade, não permitiriam que o trabalhador de Sião perecesse.(2 Néfi 26:30). O amor dos líderes pelos seus jovens foi ao incrível e a maneira de como os lideres do EFY trataram os jovens foi a verdadeira demonstração do puro amor de Cristo.
Sacrifício -Eis que tenho visto teus sacrifícios e perdoarei todos os teus pecados; vi teus sacrifícios em obediência ao que te ordenei(...)(D&C 132:50). Os jovens pagaram o preço, muitos trabalharam até o último minuto para ter o dinheiro para pagar 100%, muitos líderes nas estacas e alas pagaram o preço também. Os cinco dias no EFY foi uma demonstração de submissão e dedicação total a Deus.
Obediência - Sim, e eles obedeceram a cada palavra de comando e cumpriram-nas com exatidão; sim, e tudo lhes aconteceu de acordo com sua fé; e eu lembrei-me das palavras que eles me disseram ter aprendido com suas mães.(Alma 57:21). Todos estavam com o espírito de obediência.
Fé E OUTRAS VIRTUDES - E fé, esperança, caridade e amor, com os olhos fitos na glória de Deus, qualificam-no para o trabalho.Lembrai-vos da fé, da virtude, do conhecimento, da temperança, da paciência, da bondade fraternal, da piedade, da caridade, da humildade, da diligência.Pedi e recebereis; batei e ser-vos-á aberto. Amém.(D&C 4:5 - 7).
Todos estão de parabéns. O EFY é um programa de Deus e veio para ficar.


Agoura vou postar algumas experiencias, testemunho de jovens da Igreja de Jesus Cristo.

Emilly Jales

O EFY desde o princípio me pareceu algo extraordinário e maravilhoso – acho que para todos os jovens que tinham algum desejo de crescer espiritualmente a impressão foi a mesma -. Mas hoje depois de ter passado pelo EFY eu posso afirmar que é muito mais do que isso, perfeito ainda não seria a palavra totalmente correta para descrever, acho que não existe adjetivo no mundo capaz de mensurar o que o EFY faz na vida de um jovem. Eu posso afirmar que naqueles cinco dias maravilhosos eu estive no céu, não só pelo nome do hotel ser esse (C.E.U – Condomínio Espiritual Uirapuru), mas porque os poderes de nosso grandioso e maravilhoso Pai Celestial lá se manifestaram, o espírito do Senhor foi derramado sobre cada um de nós. Era como uma avalanche de poder que vinha, purificava e moldava a cada ser ali presente. Eu nunca pude sentir tão presente em minha vida a mão de meu Salvador e o amor de meu Pai Celestial. Eu penso que o EFY na minha vida – e na de cada jovem que estava lá - foi como uma preparação para as coisas que estão por vir, vejo essa experiência como algo que o Pai Celestial nos deu para que pudéssemos prosseguir firmes e fiéis até o fim. Sou muito mais do que grata por ter não só ido, mas aproveitado cada segundo do EFY – Fortaleza – 2012.


Emilly Jales – 17 anos.



Senti uma experiencia unica no EFY, algo que nem todas as palavras descreveria, só estando lá; Consegui fortalecer alguns testemunhos, ganhar outros, pude entender o propósito de tantas coisas...Realmente, nós somos filhos do Pai Celestial que nos ama, e tudo que Ele quer é que nós façamos as coisas certas aqui na terra, para que possamos voltar um dia dignos de estar na presença Dele. O EFY é um programa de Deus, é minha vontade que todos os não tiveram a oportunidade de estar lá, um dia tenham e possam usufruir dela, indo! Quero levá-lo comigo sempre; O EFY não acabou para mim!!!! 


Larrissa Moraes - 18 anos



Evana Kélvia

Participar do EFY foi a maior experiência da minha vida, tanto no quesito pessoal como no espiritual, foram cinco meses de preparação: estudos, treinamentos e cada vez que a data do grande evento se aproximava  eu ficava mais ansiosa, nervosa, feliz... aiiiiin era um misto de sentimentos, eu sabia da responsabilidade a mim requerida  e eu não queria decepcionar o meu Salvador.  E o grande dia chegou... Conhecer os jovens e ver o crescimento deles não tem dinheiro no mundo que pague ver os olhos deles brilhando, e o crescimento espiritual e as amizades ali alicerçadas fizeram todos os esforços da nossa equipe valer muito apena.
O EFY mudou vidas!
A minha também mudou e eu fui lá para fortalecer e saí muito mais fortalecida.  Esse é um programa inspirado por Deus sem sombra de dúvidas, eu nunca senti um sentimento tão forte como ali, eu senti a presença do Senhor ali em TUDO, o Espírito nos guiou e eu tenho um testemunho disso, quando queremos e fazemos a nossa parte o Senhor faz a dele. O espírito foi tão doce e tão mágico que eu saí de lá destinada a sentir esse mesmo espírito durante todos os outros dias da minha vida e dessa forma eu saí do EFY mais edificada, saí para ser uma pessoa melhor.
Sou imensamente grata por ter tido a oportunidade de viver o EFY e ter aprendido junto com os jovens a conhecer mais o amor do Salvador, nós conhecemos porque ali nós o sentimos de uma maneira incrível!!

Evana Kélvia 

Consultora EFY Sessão Fortaleza 2012.

Eu sou Eduarda Ferreira Pinheiro, tenho 21 anos. Sou estudante de Marketing e trabalho como coordenadora de Marketing. Sou membro da igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos dias desde criança me selei com a minha família em 1993 no tempo de São Paulo com os meus pais e minhas duas irmãs. Sou líder e professora do MAS da ala Aguanambi, estaca Fortaleza Brasil.

Neste último feriado de carnaval pude servir como Consultora Motivacional no 1º EFY Fortaleza, minha companhia se chama "Servos do Pai" (inspirada em Mateus 6:24  "Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de odiar a um e amar o outro, ou há de dedicar-se a um e desprezar o outro. Não podeis servir a Deus e às riquezas."), tive a oportunidade de servir com 4 consultores e aproximadamente 39 jovens (eu tinha a menor companhia).

Tivemos preparação espiritual muito edificante e acrescentou muito nos meus conhecimentos sobre o evangelho, mas nada se compara com o que eu aprendi com os jovens. Tenho certeza que aprendi tanto quanto eles, aprendi a amar meu próximo como a mim mesmo, soube identificar respostas espirituais que eu estava a procura. Pude acompanhar os consultores adjuntos proporcionando um ambiente de revelação para os jovens e alcançando esse objetivo. 

Todas as atividades foram inspiradas, sentimos o espírito e união dos jovens e jovens adultos solteiros. Na reunião de testemunho pensávamos que íamos ser transladados (brincadeira), se eu fechar os olhos posso lembrar do que aconteceu... jovens, líderes, consultores sorrindo, chorando e se abraçando sem nem se conhecer. Jovens que obteram o desejo de ir pra missão e outros sozinhos nos corredores soluçando de tanto chorar por sentir o espírito. Nossa... posso sentir o mesmo calor no peito enquanto escrevo esse testemunho, garanto que quem não sabia que a igreja era verdadeira naquela noite de 21/02/2012 adquiriram o testemunho naquela noite que esse é o evangelho restaurado, que Cristo vive e que nós precisamos voltar a presença Dele.

Amo essa juventude, sei que eles serão meus líderes e temos um plano perfeito para realizar e o Senhor precisa dos mais fortes e valentes como os jovens de Helamã. Ele precisa de jovens que Ergam-se e Brilhe.

Deixo o meu testemunho e a experiência mais espiritual que já testemunhei, em nome de Jesus Cristo. Amém. 

Eu espero que o Espirito Santo, tenha tocado o seu coração,  você que está a ler estas mensagens e que sinta o DESEJO, de conhecer a Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Vai ser um prazer imenso recebe-lo para assistir as reuniões dia domingo. Tem filho? Traga-os, tem pessoas a cuidar deles, onde chamamos a primária. Sejam bem vindos todos os jovens.
Deixo meu testemunho que acompanhei pelo Facebook e também na Igreja, como foi cada passo para estes jovens chegar la..foi Maravilhoso! 
Pude sentir o Espirito Santo  e fiquei muito feliz por cada jovem da Igreja. Em nome de Jesus Cristo, Amém!



Para você!






Para quem não viu na TV



Com carinho,
Gilsa Araújo

Reportagem da Band sobre A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos...

sábado, 3 de março de 2012

Advogado carioca, defensor da Liberdade Religiosa, visita sede de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias em São Paulo


Na última sexta, 23, visitou o escritório sede de A Igreja de Jesus Cristo, o Dr. Gilberto Garcia defensor da Liberdade Religiosa no Rio de Janeiro


Um defensor das leis e da Constituição Federal, foi assim que se apresentou o Dr. Gilberto Garcia ao ser recebido pelo Dr. Arlen Woffinden, Assessor Legal da Área Brasil e pelo Dr. Eduardo Pires, Coordenador Jurídico da Área, em sua visita ao escritório sede de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. O Dr. Garcia é advogado, Mestre e professor de direito no Rio de Janeiro. Membro da Igreja Batista, tem sido um defensor da liberdade religiosa.


O Dr. Arlen apresentou algumas ações que a Igreja de Jesus Cristo tem realizado em prol da liberdade religiosa, entre elas, o programa do simpósio internacional de direito e liberdade religiosa, que é realizado anualmente na Universidade Brigham Young, evento que reune convidados do mundo inteiro para discutir sobre liberdade religiosa.


Após conversa sobre ataques atuais às religiões, o advogado carioca recebeu materiais explicativos dos programas da Igreja e comentou: “Admiro como a Igreja é organizada e seu empenho pela liberdade religiosa – Estamos juntos nessa causa”.


Ao final do encontro, o Dr. Gilberto passeou pelos jardins do Templo e elogiou sua beleza - “É um belo lugar, que traz paz”, declarou.



Fonte : Sala da Imprensa Sud.